Lei abre caminho para mais segurança sanitária em salões de beleza

January 20, 2012

Já está em vigor a Lei 12.595 de 2012, que reconhece o exercício das atividades profissionais de cabeleireiro, barbeiro, esteticista, manicure, pedicure, depilador e maquiador. Sancionada na última quarta-feira (18/1) pela presidenta Dilma Rousseff, a lei também obriga que os profissionais destas áreas sigam as normas sanitárias, realizando a esterilização de materiais e utensílios utilizados no atendimento aos seus clientes.

De acordo com a diretora da Anvisa, Maria Cecília Brito, a lei abre caminho para que sejam feitas novas ações de proteção à saúde do trabalhador de salões de beleza e dos próprios clientes.

“Esse profissionais, que passam a ser reconhecidos pela lei, tem uma importância muito grande em nossa cultura, mas é preciso observar os riscos a que eles estão sujeitos por conta das características de seu trabalho, com, por exemplo, o uso constante de produtos químicos”, explica. Ela lembra, ainda, que esta é a primeira lei federal que traz, de forma expressa, a obrigatoriedade da aplicação de normas sanitárias por profissionais da área de beleza.

Atualmente, as normas sanitárias para estas áreas são definidas por estados e municípios. Os salões de beleza são considerados estabelecimentos de interesse da saúde.

Leia a íntegra da Lei 12.595/2012.

Carlos Augusto Moura – Imprensa/Anvisa


Últimas Notícias
12/2 | 18h51
Anvisa participa de Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes Aegypti
5/2 | 17h05
Anvisa faz mudança nas publicações de registro e pós-registro de medicamentos
5/2 | 14h06
Fórum sobre regulação de produtos para saúde na Anvisa
5/2 | 14h40
Anvisa tem novos regimento interno e estrutura organizacional
5/2 | 11h57
Abertas Consultas Públicas para reavaliar dois agrotóxicos
4/2 | 15h30
Uso do agrotóxico Procloraz é proibido
4/2 | 9h05
Anvisa registra kits que ampliam acesso ao diagnóstico de Zika, Dengue e Chikungunya
3/2 | 14h30
Anvisa apresenta plano de reestruturação ao setor de agrotóxicos