Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira
Voltar

Surto de gastroenterite em navio de cruzeiro

$chapeu_da_noticia.getData()

Surto de gastroenterite em navio de cruzeiro

Por: ASCOM
Publicado: 03/03/2011 03:00
Última Modificação: 29/04/2016 15:17
$texto_alternativo.getData()
$legenda-imagem.getData()

Um surto de gastroenterite (infecção intestinal que pode causar vômito e diarréia) foi constatado no navio Veendam, de bandeira holandesa. Até o momento são 52 casos confirmados (47 passageiros e cinco tripulantes) a bordo do cruzeiro de 28 dias que partiu da cidade do Rio de Janeiro com destino ao Porto de Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. O navio leva 1.226 passageiros e 564 tripulantes a bordo em sua temporada pelo Brasil.

No último dia 23 de março, a Coordenação de Vigilância Sanitária de Portos, Aeroportos e Recintos Alfandegados da Anvisa em Pernambuco realizou, em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) do estado,  uma investigação para verificar os possíveis riscos a bordo. A equipe aplicou questionários e coletou amostras para análise laboratorial, na tentativa de identificar o agente causador do surto.

Desde então, a Anvisa vem monitorando, em todos os portos de escala (até o momento, Fortaleza e Belém), a ocorrência de novos casos. Durante a inspeção sanitária, os procedimentos relativos ao abastecimento, armazenamento e manipulação de alimentos, ao gerenciamento de resíduos sólidos e à realização de limpeza e desinfecção de todas as áreas foram acompanhados pelos fiscais da Anvisa.

As orientações aos tripulantes, principalmente aos que trabalham nas cozinhas e restaurantes, quanto à correta higienização das mãos e manipulação dos alimentos também foram intensificadas.  As medidas sanitárias têm por objetivo minimizar o risco de aparecimento de novos casos.

O navio continuará a ser monitorado pela Anvisa até sua saída do Brasil, no início de abril.O esclarecimento da causa do surto será possível após o término da investigação epidemiológica, com análise dos questionários/entrevistas e resultados laboratoriais.

O mais freqüente agente causador de diarréia em navios de cruzeiro, em todo o mundo, é o norovírus, que apesar da fácil disseminação e contágio, apresenta infecções sem gravidade, com sintomas que têm início de 24 a 48 horas após a contaminação e duram, em média, de um a três dias.

Imprensa/Anvisa