Rede Nacional Para Investigação de Surtos e Eventos Adversos em Serviços de Saúde - Reniss


O controle de situações de surto em serviços de saúde demanda ações rápidas e bem direcionadas, com o objetivo principal de reduzir a gravidade dos casos e o número de pessoas afetadas. A investigação dos possíveis fatores de risco, fontes e causas dos surtos contribui para o entendimento da dinâmica de ocorrência desses eventos, orientando mudanças nas práticas assistenciais e regulamentações.

A variabilidade de aspectos relacionados aos surtos demanda atuação multiprofissional capacitada e experiente. A necessidade de resposta imediata a esses eventos levou à formação, em 2004, da Rede Nacional para Investigação de Surtos e Eventos Adversos em Serviços de Saúde (RENISS), com a capacitação de profissionais oriundos das vigilâncias sanitárias de todo o País e da Anvisa, contando com médicos, enfermeiros, farmacêuticos, odontólogos, epidemiologistas, nutricionistas, administradores, estatísticos, engenheiros e arquitetos.

Esses profissionais constituíram o núcleo de formação da Rede Nacional para Investigação de Surtos em Serviços de Saúde, que se amplia com a participação de técnicos de vigilância epidemiológica, de profissionais dos Hospitais Sentinelas e de outros serviços de saúde, dos Laboratórios Centrais dos Estados e dos Centros de referência em vigilância sanitária no país.
 

 Colaboradores (pdf)

 Estatísticas gerais (pdf)

 Material de Divulgação da Rede para Reprodução