Projetos de Cooperação com Organismos Internacionais 


O que são? 

As cooperações técnicas internacionais constituem importante instrumento de desenvolvimento, auxiliando um país a promover mudanças estruturais nos campos social e econômico, incluindo a atuação do Estado, por meio de ações de fortalecimento institucional. O trabalho comum entre as instituições no âmbito da cooperação técnica internacional é formulado e operacionalizado por meio de Projetos de Cooperação Técnica.

Os programas implementados sob sua égide permitem transferir ou compartilhar conhecimentos, experiências e boas práticas por intermédio do desenvolvimento de capacidades humanas e institucionais, com vistas a alcançar um salto qualitativo de caráter duradouro, contribuindo significativamente para o desenvolvimento sócio-econômico do País e para a construção da autonomia nacional nos temas abrangidos. 

Como funcionam? 

A Anvisa possui instrumentos de cooperação vigentes com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD (PRODOC BRA/10/008) e com a Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS (64º Termo de Cooperação Técnica – TC 64). 

As atividades de coordenação dos projetos estão estruturadas em 5 linhas prioritárias: 

  1. coordenação administrativa; 
  1. divulgação interna dos Projetos, de forma a identificar potencialidades para cada área de atuação e fomentar novas proposições de execução;   
  1. assistência à formulação dos instrumentos para execução dos Projetos; 
  1. prestação de informações institucionais acerca dos Projetos; e 
  1. cumprimento das ações atribuídas à Anvisa nos instrumentos firmados. 

Saiba mais

Projeto de Cooperação Internacional com o PNUD   

Projeto de Cooperação Internacional com a OPAS