Publicações da Ouvidoria

 

  • boletim consumo e saúde
Data de publicação: De
Até
Publicações

Todos

  • Apresentações
  • Artigos e Entrevistas
  • Audios
  • Boletins
  • Cartaz
  • Cartilhas
  • Editais
  • Estatísticas
  • Folders
  • Formulários
  • Jogos
  • Livros
  • Manuais e Guias
  • Publicações
  • Relatórios

01/09/2017

11:37

Revista Consumo e Saúde - Volume 3 Arquivo

Revista Consumo e Saúde - Volume 3

A cada biênio a Ouvidoria lança um compilado dos boletins referentes aos dois últimos anos. Apresentamos neste trabalho a Revista Consumo e Saúde referente ao período de 2015/2016. O objetivo é contribuir para o fortalecimento da consciência social e favorecer a divulgação dos direitos da população, estimulando uma postura crítica do consumidor.

13/07/2017

16:18

Boletim Consumo e Saúde Junho 2017 - Ano 10 - Nº 47 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Junho 2017 - Ano 10 - Nº 47

A preocupação com o bem-estar e aparência é uma característica da sociedade moderna, por isso, serviços de beleza e estética são cada vez mais demandados pela população em todo mundo. Cuidados pessoais são associados ao bem-estar e, até mesmo, à felicidade.

26/05/2017

11:41

Boletim Consumo e Saúde Março 2017 - Ano 10 - Nº 46 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Março 2017 - Ano 10 - Nº 46

Os brasileiros estão, cada vez mais, inserindo alimentos saudáveis em sua rotina alimentar. Em busca de uma melhor qualidade de vida e da prevenção de doenças, os consumidores estão mais conscientes da importância de uma alimentação equilibrada, com qualidade e segurança, e que traga benefícios para a saúde. Frutas, verduras, legumes e hortaliças contêm vitaminas, fibras e outros nutrientes, e devem ser ingeridos com frequência, pois auxiliam nas defesas naturais do corpo.

22/12/2016

17:19

Boletim Consumo e Saúde Dezembro 2016 - Ano 9 - Nº 45 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Dezembro 2016 - Ano 9 - Nº 45

Os cosméticos para crianças são cada vez mais populares, e o Brasil é um dos maiores mercados mundiais desses produtos. Porém, há questões de segurança que devem ser consideradas. As crianças devem utilizar apenas produtos infantis, pois são elaborados respeitando as necessidades específicas nessa faixa etária. A regulamentação vigente prevê a obrigatoriedade de comprovar requisitos de segurança para todas as categorias de cosméticos infantis.

02/09/2016

10:17

Boletim Consumo e Saúde Junho 2016 - Ano 9 - Nº 44 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Junho 2016 - Ano 9 - Nº 44

O uso de produtos cosméticos em crianças é cada vez mais frequente. Em parte, devido ao apelo das indústrias que oferecem uma ampla gama de produtos, em parte pela vontade dos pais em proporcionar o que há de melhor para os seus filhos. O Brasil é um dos maiores mercados mundiais de cosméticos infantis .

01/07/2016

15:14

Boletim Consumo e Saúde Junho 2016 - Ano 9 - Nº 43 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Junho 2016 - Ano 9 - Nº 43

A Anvisa publicou uma resolução (RDC 26/2015) que estabelece os requisitos para rotulagem obrigatória dos principais alimentos que causam alergias. Os rótulos passam a ter que informar a presença de substâncias que causam alergia.

08/06/2016

15:18

Boletim Consumo e Saúde Dezembro 2009 - Ano 2 - Nº 13 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Dezembro 2009 - Ano 2 - Nº 13

A Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 216/04 da ANVISA estabelece as Boas Práticas para Serviços de Alimentação, incluindo padarias, cantinas, lanchonetes, bufês, confeitarias, restaurantes, comissarias, cozinhas industriais e cozinhas institucionais.

08/06/2016

15:13

Boletim Consumo e Saúde Novembro 2009 - Ano 2 - Nº 12 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Novembro 2009 - Ano 2 - Nº 12

É cada vez maior o número de apreensões de produtos de limpeza (saneantes) que vem sendo fabricados e comercializados de forma irregular. Esses são chamados de clandestinos ou piratas e são feitos fora das normas e padrões sanitários exigidos pela Anvisa.

08/06/2016

15:11

Boletim Consumo e Saúde Setembro 2009 - Ano 2 - Nº 11 Arquivo

Boletim Consumo e Saúde Setembro 2009 - Ano 2 - Nº 11

Tornou-se comum encontrar, nas farmácias e drogarias, produtos à venda que não correspondem com o propósito destes estabelecimentos.