Voltar

Semana do Conhecimento traz estudos experienciais

INOVAÇÃO

Semana do Conhecimento traz estudos experienciais

A 2ª edição do Programa de Estudos Experienciais será ampliada e vai fazer parte da 8ª Semana do Conhecimento. O Programa consiste em visitas técnicas dos servidores da Anvisa para conhecer tecnologias emergentes e inovadoras.
Por: Ascom/Anvia
Publicado: 07/11/2019 11:48
Última Modificação: 07/11/2019 19:31

A Anvisa vai ampliar a 2ª Edição do Programa de Estudos Experienciais e relançá-lo durante a 8ª Semana do Conhecimento, que ocorre entre os dias 20 e 22 de novembro, na sede da Agência, em Brasília (DF). Por meio de visitas técnicas dos servidores da instituição para conhecer tecnologias emergentes e inovadoras, o Programa pretende proporcionar um conhecimento prático e prévio referente às inovações apresentadas por diversos setores.   

Além disso, procura promover um ambiente colaborativo entre a Anvisa, indústria, comunidade acadêmica e terceiro setor, na busca por aumentar a segurança e a eficácia de produtos e serviços.

Edital 

O edital do Programa de Estudos Experienciais envolve temas de fronteira técnica e científica prioritários a serem estudados pela Agência. Além disso, empresas e instituições foram convidadas a se candidatar para receber servidores da Anvisa.  

As 32 empresas que se candidataram ao Edital de Chamamento Público 2/2018 serão consultadas sobre o interesse em permanecer no processo com as propostas que foram encaminhadas à Anvisa. Quanto à ampliação dos assuntos do edital, além dos que já estavam estabelecidos, foram incorporados os seguintes temas relacionados à área de medicamentos da Agência: 

Regulação e registro de insumos farmacêuticos ativos, medicamentos e produtos biológicos 

  • Nanotecnologia aplicada. 

  • Produção contínua. 

  • Biofármacos. 

  • Novos parâmetros de avaliação de segurança e eficácia de medicamentos, como medicina personalizada e dados de vida real (real world data – RWD). 

Conteúdos  

Veja o conteúdo total da 2ª Edição do Programa de Estudos Experienciais:  

- Sistemas eletrônicos de videoendoscopia rígida para cirurgia e sistemas eletrônicos de videoendoscopia flexível para diagnóstico. 

Software para diagnóstico.

- Nanotecnologia em materiais de uso em saúde.

- Produtos de terapias avançadas.

- Estabelecimentos de sangue fornecedores de plasma humano para fracionamento industrial.

- Fabricação de fórmulas para erros inatos de metabolismo.

- Fabricação de extratos e concentrados vegetais destinados ao uso como corantes e aromatizantes.

- Risco ocupacional – cenários e tecnologias de aplicação de produtos agrotóxicos.

- Equipamentos e materiais para uso em serviços de saúde. 

- Serviços de reprocessamento de produtos.

- Cosmetovigilância.

- Sistemas, procedimentos, métodos e recursos tecnológicos voltados para mapeamento de ameaças e vulnerabilidades aos desastres que possam impactar na disponibilidade de produtos e serviços sujeitos à vigilância sanitária.

- Nanotecnologia aplicada. 

- Produção contínua. 

- Biofármacos. 

- Novos parâmetros e avaliação de segurança e eficácia de medicamentos, como medicina personalizada e dados de vida real.   

Áreas técnicas  

Participam da 2ª Edição do Programa de Estudos Experienciais as seguintes unidades da Anvisa: Gerência Geral de Tecnologia de Produtos para Saúde, Gerência Geral de Alimentos, Gerência de Sangue, Tecidos, Células e Órgãos, Gerência Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária, Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde e Gerência Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos.  

Viste a página da 8ª Semana do Conhecimento e participe! 

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial, Facebook @AnvisaOficial, Instagram @anvisaoficial e YouTube @anvisaoficial.