Voltar

Passageiros do Le Boreal iniciam volta para casa

AJUDA HUMANITÁRIA

Passageiros do Le Boreal iniciam volta para casa

Navio permaneceu navegando por 14 dias sem notificação ou suspeita de Covid-19 a bordo. Desembarque deve prosseguir até o próximo domingo.
Por: Ascom/Anvisa
Publicado: 26/03/2020 15:30
Última Modificação: 26/03/2020 16:04

Começou nesta quinta-feira (26/3) o desembarque dos passageiros do navio de cruzeiro Le Boreal. A embarcação havia solicitado ajuda ao Brasil depois de não conseguir atracar em outros países. 

A temporada de cruzeiros no Brasil está encerrada, mas a embarcação recebeu autorização para atracar em um gesto de ajuda humanitária. Nesta quarta-feira (25/3), quando chegou à cidade do Rio de Janeiro, o navio havia completado 14 dias sem parar em nenhum porto.  

A Anvisa realizou uma inspeção completa a bordo e analisou os dados de saúde dos passageiros, levantados pela equipe médica da embarcação. Não há relatos de casos ou suspeita de Covid-19 no Le Boreal. 

O navio tem 223 passageiros que serão repatriados, além de 146 tripulantes.  

O desembarque dos passageiros está acontecendo de acordo com os horários dos voos que os levarão de volta a seus países de origem. O transporte acontece de forma direta, da porta do navio até o aeroporto. Os desembarques devem prosseguir até o próximo domingo.  

A realização do transporte e do agendamento de voos é de responsabilidade da empresa de cruzeiro e toda a operação segue sob supervisão da Anvisa. Para o desembarque dos passageiros, por exemplo, a Agência solicitou o uso de equipamentos de proteção para resguardar a saúde dos próprios passageiros.  

Após o desembarque de todos os passageiros, os navios Le Boreal e L’Austral farão uma parada técnica no próprio Rio de Janeiro para o abastecimento de água e alimentos. Em seguida partirão juntos de volta para a França, país de origem das embarcações.  

L’Austral 

Antes do Le Boreal, o navio L’Austral havia passado por situação semelhante.  

O navio ficou em alto mar, sem atracar em nenhum porto, por mais de 20 dias. Portanto, os seus passageiros ficaram isolados por um período maior do que o isolamento recomendado, sem que houvesse casos de Covid-19 a bordo.  

O navio atracou na cidade do Rio de Janeiro para que os passageiros fossem levados de volta aos seus países.  

No momento, o navio está na área de fundeio somente com sua tripulação, aguardando o fim do desembarque dos passageiros do Le Boreal.  

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial, Facebook @AnvisaOficial, Instagram @anvisaoficial e YouTube @anvisaoficial