Voltar

Jogos Rio 2016: áreas no porto recebem fiscalização

Olimpíada

Jogos Rio 2016: áreas no porto recebem fiscalização

Fiscalização dos serviços no Boulevard Olímpico garante segurança sanitária para visitantes e atletas que visitam o Porto do Rio.
Por: Ascom
Publicado: 12/08/2016 11:30
Última Modificação: 22/08/2016 08:57
Pessoas observam a Pira Olímpica instalada no Boulevard Olímpico no Porto do Rio
Tomaz Silva/Agência Brasil

As inspeções sanitárias de infraestrutura no Porto do Rio de Janeiro durante os Jogos Rio 2016 foram reforçadas. Somente na semana da abertura dos jogos olímpicos, foram realizadas 18 inspeções nos quatro armazéns abertos ao público, no terminal de passageiros e em outras duas áreas com grande circulação de pessoas (Touring e Esmapa). As inspeções periódicas estão agendadas para todo o período olímpico e paralímpico.

Segundo o servidor do Posto Portuário da Anvisa Marcelo Felga, as ações fiscais da Agência durante os Jogos foram ampliadas e reforçadas, já que o Porto do Rio está funcionando de forma diferente neste período. “Além das ações nos armazéns, foi necessário, também, realizar inspeções em toda área do Píer de atracação, que, pela primeira vez, está operando atividades de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário para as embarcações que permanecerão no Porto durante os Jogos”, explicou Felga. De acordo com o servidor, há uma previsão de que os navios atracados atendam uma média de três mil pessoas por dia. 

Segurança Sanitária

As inspeções resultaram na emissão de alguns Autos de Infração Sanitária e Notificações, com o objetivo de corrigir as irregularidades identificadas. Entre as adequações exigidas, destacam-se melhorias relativas à coleta e acondicionamento de resíduos sólidos, readequação dos refeitórios e restaurantes quanto à disposição de material para higienização das mãos de funcionários e usuários, manutenção do sistema de ar condicionado e atualização de análise microbiológica e fisico-química da água potável.  

Responsabilidade Federal 

O Boulevard Olímpico, no Centro do Rio de Janeiro, tem a maior concentração de eventos da cidade durante os jogos olímpicos e paralímpicos. Além dos palcos para shows, telões para transmissão dos jogos e food trucks espalhados por toda a área, os armazéns, localizados no Pier Mauá, abrigam uma série de exposições e eventos durante o período dos Jogos.  

Como estão instalados no Porto do Rio de Janeiro, área federal, a responsabilidade pela fiscalização sanitária desses armazéns é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), autoridade sanitária federal, e não dos órgãos locais de vigilância sanitária estaduais ou municipais. 

Conheça as ações da vigilância sanitária nas Olimpíadas do Rio

As inspeções da Agência buscam verificar as condições sanitárias dos estabelecimentos instalados na área portuária. Incluem o controle da qualidade da água para consumo humano, do sistema de climatização e dos serviços de alimentação, assim como a avaliação e monitoramento do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e do Plano de Limpeza e Desinfecção, o controle de vetores e pragas, entre outras questões de interesse sanitário.