Voltar

Farmacopéia garante a produção nacional de medicamentos

$chapeu_da_noticia.getData()

Farmacopéia garante a produção nacional de medicamentos

Por: ASCOM
Publicado: 10/12/2008 02:00
Última Modificação: 25/06/2015 11:13
$texto_alternativo.getData()
$legenda-imagem.getData()

A farmacopéia é um dos institutos de afirmação nacional. Essa é a opinião do diretor presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Raposo de Mello. “A farmacopéia significa a busca da melhoria da qualidade e desenvolvimento tecnológico na área farmacêutica e a garantia da qualidade dos produtos”, ressalta.

Mello participou, nessa quarta-feira (10), da abertura do I Simpósio Internacional Técnico e Cientifico da Farmacopéia Brasileira, em Brasília. Diretores da Anvisa, representantes da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de farmacopéias internacionais, como Europa e Estados Unidos, participam do encontro.

A diretora da Anvisa, Maria Cecília Brito, também esteve na reunião. Ela revelou que, em breve, o Brasil terá parceria com o a Argentina para que a produção de medicamentos siga regras precisas no momento da fabricação. “Já temos admissibilidade de códigos como o alemão, britânico japonês e, em pouco tempo, o argentino. Desenvolveremos um procedimento comum e harmonizado”, assegurou.

De acordo com Cecília, desde 1999, a Agência assumiu a gestão do regulamento que é financiado pelo poder público e disponibilizado gratuitamente aos cidadãos. “Temos como prioridade, além de atender a população, estabelecer a cooperação técnica com universidades, reduzir custos e estimular a produção oficial de substâncias químicas”, argumenta.

Todo o cuidado com o código tem uma explicação: a Farmacopéia é um trabalho de segurança nacional. A opinião é do presidente da Farmacopéia Brasileira, Gérson Pianetti. “Na história, há dois momentos importantes. O primeiro é o nascimento, que irá completar um século em breve. O segundo é o atual, que é histórico. Vamos traçar nossas metas e a Anvisa comprou a idéia”, acentua.

O Simpósio termina nessa sexta-feira (12). Durante a reunião, serão apresentadas formas de desenvolvimento e processos de farmacopéias internacionais para uniformizar os regulamentos utilizados mundialmente.

ASCOM/ Assessoria de Imprensa da Anvisa