Voltar

Cinco medicamentos suspensos após inspeção em fábricas

Medidas sanitárias

Cinco medicamentos suspensos após inspeção em fábricas

Fiscalização foi realizada em dois produtores diferentes com fábricas localizadas fora do Brasil. Trabalho verifica condições de funcionamento e Boas Práticas de Fabricação de medicamentos.
Por: Ascom/Anvisa
Publicado: 26/10/2017 16:53
Última Modificação: 26/10/2017 16:59

Cinco medicamentos de dois fabricantes internacionais foram suspensos pela Anvisa nesta quinta-feira (26/10). A medida foi adotada após a realização de inspeções internacionais feitas pela Anvisa nos locais de fabricação.

Com isso, a importação, o comércio e o uso dos medicamentos ficam suspensam até que os fabricantes corrijam os problemas identificados.

Confira os medicamentos suspensos:

Medicamento

Fabricante

Importador para o Brasil

Resolução de suspensão

Flumazenil 0,1 mg/mL, solução injetável

Hameln Pharmaceuticals GMBH (Alemanha)

Instituto Biochimico Indústria Farmacêutica Ltda

RE 2.820/2017

BONAR (sulfato de bleomicina) pó liofilizado

Lemery S.A. de C.V. (México)

Biosintética Farmacêutica Ltda

RE 2.826/2017

Tevableo (sulfato de bleomicina, pó liofilizado)

Tevaetopo (etoposídeo, solução injetável)

Tevairinot (cloridrato de irinotecano triidratado, solução injetável)

Tevavinor (tartarato de vinorelbina, solução injetável)

Lemery S.A. de C.V. (México)

Teva Farmacêutica Ltda

RE 2.823/2017

 

 

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial e Facebook @AnvisaOficial