Voltar

Água mineral, adicionada de sais ou com sabor? Entenda

Água mineral

Água mineral, adicionada de sais ou com sabor? Entenda

Entenda a diferença entre os tipos de água disponíveis no mercado. Consumidor pode confundir água comum com refrigerante de baixa caloria.
Por: Ascom/Anvisa
Publicado: 29/06/2017 17:49
Última Modificação: 30/06/2017 16:58

A ingestão de água ao longo do dia é uma das recomendações mais básicas para manutenção da saúde e hidratação do corpo. A quantidade recomendada de água por dia varia bastante de pessoa para pessoa e tem a ver com o nível de atividade física do indivíduo, a temperatura ambiente, o nível de umidade do ar e outras condições físicas de cada um. 

Uma certeza é: beber água regularmente é fundamental para saúde, afinal mais da metade do seu corpo, cerca de 60%, é composta por água. 

Para pessoas que costumam ou precisam beber água em garrafa, uma dúvida comum é qual a diferença entre as opções disponíveis no mercado. Na lista abaixo você vai entender a diferença entre os produtos disponíveis no mercado brasileiro. 

Entenda a diferença

  • Água mineral: é aquela obtida diretamente de fontes naturais ou por extração de águas subterrâneas, ou seja, poços perfurados para extração de água. Para fins de saúde não há diferença entre a água de uma fonte natural ou de extração subterrânea. Os dois tipos respeitam o mesmo padrão de qualidade.
  • Água adicionada de sais: é uma água própria para consumo humano que recebe a adição de pelo menos 30mg/L de sais minerais.
  • Água com sabor ou flavorizada: Na verdade não é água. A água que recebe outros ingredientes como corantes, aromatizantes ou suco de fruta é enquadrada em outras categorias, como refrigerante, por exemplo. 

Qualquer um destes tipos acima pode ser naturalmente gasoso ou receber a adição de gás artificialmente. 

Como a qualidade é controlada? 

A exploração de água mineral depende de autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). É o DNPM que avalia a qualidade da água que sai das fontes e vai para as garrafinhas. 

A água mineral e a água adicionada de sais não precisam de registro na Anvisa, mas os fabricantes devem seguir as regras de rotulagem e informar o órgão local de vigilância sanitária do município ou estado quando a fabricação tem início. 

Quais são os sais minerais que podem ser adicionados na água? 

São cinco tipos de sais (bicarbonato, carbonato, citrato, cloreto ou sulfato) que podem ser adicionados nas águas engarrafadas, sendo que cada um deles pode ser de quatro diferentes tipos de minerais: cálcio, magnésio, potássio e sódio. 

Assim, existem 20 combinações diferentes de sais minerais, já que cada sal pode ser de um tipo de mineral. 

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial e Facebook@AnvisaOficial

Encontrou algum problema nesta notícia? Mande um e-mail para noticias@anvisa.gov.br