Voltar

Alerta 1107

Área: GGMON

Número: 1107

Ano: 2011

Resumo:

Alerta 1107: Atualização de informações a respeito do Implante Mamário PIP, complementando o Alerta 1015


Identificação do produto ou caso:

IMPLANTE MAMÁRIO PREENCHIDO COM GEL DE ALTA COESIVIDADE (Reg. Anvisa: 80152300001).


Problema:

Suspeita de ocorrência de eventos adversos graves em mulheres portadoras de implante mamário Poly Implant Prothese (PIP), fabricado pela empresa POLY IMPLANTS PROTHESES - França. COMPLEMENTAÇO DO ALERTA 1015.


Ação:

A ANVISA está acompanhando e monitorando as notícias veiculadas na imprensa estrangeira referentes ao implante mamário Poly Implant Prothese (PIP), bem como mantendo contato com a Agência Francesa de Segurança Sanitária dos Produtos de Saúde (AFSSAPS) e recomenda: (1) As pacientes devem procurar seus médicos para realizarem os exames necessários e fazerem uma avaliação clínica; (2) Os profissionais de saúde devem contatar suas pacientes para definirem a melhor conduta a ser adotada; (3) Os serviços e profissionais de saúde devem notificar todos os casos envolvendo eventos adversos e ou retirada do implante mamário preenchido de gel de alta coesividade (nome comercial do produto no Brasil) - registrado na Anvisa sob o N° 80152300001. A notificação deve ser feita pelo NOTVISA, cujo acesso se dá pelo Portal da Anvisa (www.anvisa.gov.br).


Histórico:

No Brasil, o implante mamário Poly Implant Prothese (PIP), importado pela empresa EMI Importação e Distribuição LTDA, está com sua comercialização suspensa desde 01 de abril de 2010, conforme Resolução RE 1558/2010. A ANVISA publicou, em 01/04/2010, o Alerta Sanitário N° 1015, disponível em: http://www.anvisa.gov.br/sistec/alerta/RelatorioAlerta.asp?NomeColuna=CO_SEQ_ALERTA&Parametro=1015. Estas informações poderão ser atualizadas de acordo com a obtenção de outras evidências.


Recomendações:


Anexos:



Informações Complementares:

Fabricante:
Lista de Distribuição GERENCIA DE RISCO, ENGENHARIA CLINICA