Voltar

Nucala (mepolizumabe) : nova indicação

Nova indicação

Nome do produto

Nucala (mepolizumabe)

Empresa

GLAXOSMITHKLINE BRASIL LTDA

Categoria

Ampliação de Uso – produto biológico

Data de publicação no DOU

05/08/2019

Indicação

Nucala® (mepolizumabe) é indicado como tratamento complementar de manutenção da asma eosinofílica grave em pacientes adultos e pediátricos a partir de 6 anos de idade. Nucala® é indicado como tratamento complementar aos corticosteroides em pacientes adultos com granulomatose eosinofílica com poliangeíte (GEPA) recidivante ou refratária.

Mais informações

 
A asma grave é definida como asma que requer tratamento de acordo com as diretrizes da Global Initiative for Asthma (GINA) Passos 4 a 5 ou corticosteroides sistêmicos para = 50% do ano anterior para evitar que ela se torne descontrolada ou permaneça descontrolada apesar dessa terapia [Global Initiative for Asthma] (GINA), 2018]. A gravidade da doença é maior entre crianças e adolescentes em comparação com adultos, conforme evidenciado pela frequência de visitas ao Departamento de Emergência e hospitalizações. As opções de tratamento recomendadas além do corticosteroide inalado (ICS) de média ou alta dose mais um beta-agonista de longa duração (LABA) incluem a adição de tiotrópio, um tratamento anti-imunoglobulina-E (IgE), por exemplo, omalizumabe (Xolair), quando disponível, ou um anti-IL-5 [Global Initiative for Asthma (GINA), 2018. A GINA também recomenda que alguns pacientes no Passo 5 possam se beneficiar de baixas doses de corticosteroides orais (ECO), mas adverte que podem ocorrer efeitos colaterais sistêmicos a longo prazo, como crescimento prejudicado. Assim, em pacientes pediátricos com idades entre os 6 e os 17 anos com asma grave, quando o tratamento GINA no Passo 4 não foi bem-sucedido e, em particular, nos pacientes com um fenótipo eosinofílico com exacerbações repetidas, as opções de tratamento são atualmente muito limitadas. A disponibilidade de Nucala® subcutâneo para o tratamento de pacientes pediátricos de 6 a 17 anos com asma eosinofílica grave pode fornecer, portanto, uma opção de tratamento para o controle da asma nessa faixa etária. A dose recomendada na população adolescente (12 a 17 anos) é a mesma que para adultos: 100 mg por via subcutânea, administrados a cada 4 semanas. A recomendação de dose em crianças de 6 a 11 anos de idade com asma eosinofílica grave é de 40 mg via subcutânea, administradas a cada 4 semanas, independentemente do peso corporal.