Inspeções em navios de cruzeiro


Todos os navios de cruzeiro que circulam na costa brasileira passam por inspeções sanitárias da Anvisa. Nas inspeções, realizadas de surpresa, os fiscais da Agência verificam todos os controles da embarcação referentes à segurança sanitária dos alimentos preparados e da água para consumo humano ofertados a bordo. Outras áreas e serviços de importância sanitária também são inspecionadas, como: águas recreacionais (piscinas, hidromassagens, etc.), limpeza de cabines e ambientes, gerenciamento de resíduos sólidos, sistema de tratamento de efluentes, sistema de climatização e controle de vetores.

No Brasil, as fiscalizações sanitárias de navios de cruzeiro utilizam um mesmo roteiro de inspeção para todas as embarcações. Neste roteiro, cada item inspecionado apresenta uma pontuação de risco sanitário. Dessa forma, com o somatório dos valores de risco de cada item é possível obter um Índice de Risco Sanitário para cada embarcação.

Cálculo de risco:

O fiscal responsável pela inspeção alimenta um sistema de gestão de riscos chamado Sagarana, que possui os valores de risco para cada item da inspeção. Após o término do preenchimento pelo fiscal são gerados dois índices pelo sistema que são:

  • Índice de conformidade: porcentagem dos itens do roteiro de inspeção que foram atendidos pela embarcação. 
  • Pontuação de Risco: somatório dos valores de risco de cada item do roteiro de inspeção. Este índice pode variar de 0 (navios com maior índice de segurança possível) a 5000 (navio com menor índice de segurança possível)

Os valores de risco de cada item do roteiro de inspeção variam de 1 a 5, sendo analisados a probabilidade, a relevância e a severidade para cada risco encontrado, conforme tabela e figura abaixo.

 

 

 

 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Independente do padrão encontrado, ao se deparar com irregularidades sanitárias, os fiscais da Anvisa sempre estabelecem medidas de correção necessárias com prazos definidos. Somente após as correções necessárias a embarcação é autorizada a prosseguir a viagem.

Anvisa classifica as embarcações em quatro (A a D) possíveis padrões conforme a seguir:

  • Padrão A: valores de PSR até 250. Embarcações em excelentes condições sanitárias;
  • Padrão B: valores de PSR entre 251 e 500. Embarcações em condições sanitárias satisfatórias;
  • Padrão C: valores de PSR entre 501 e 750. Embarcações em condições sanitárias aceitáveis;
  • Padrão D: Valores de PSR acima de 750. Embarcações em condições sanitárias insatisfatórias com exigências a cumprir imediatamente

 


Cruise Ship Inspections

All cruise ships circulating in Brazil are inspected by Anvisa. In these unannounced inspections, Anvisa authorities check all the controls of the vessel related to food and potable water safety, recreational water facilities (pools, whirlpools, etc..), housekeeping, waste management (garbage and sewage), and pest monitoring and control, air conditioning, and other areas or services that pose risk to the health of passengers or crew members.

Anvisa use the same inspection checklist for all cruise ships. In this script, each inspection item presents a health risk score. Thus, the sum of scores provide a Health Risk Index for each vessel.

Risk Index calculation

The inspector feeds a risk management system called Sagarana, which has the risk values for each item of inspection. When the inspector finish to fulfill the checklist two index are automatic generated by the system:

  • Compliance index: percentage of the inspection checklist items that were compiled by the vessel.
  •  Risk Score: sum of scores of each item of the inspection. This index can range from 0 (ships with the highest possible security) to 5000 (ship with the lowest possible security)

The risk values of each item of the inspection range from 1 to 5. The probability, severity and relevance of each risk found is presented in the table on the following page. 

Risk level Probability Severity Relevance
Very low 1 1 1
Low 2 2 2
Average 3 3 3
High 4 4 4
Very high 5 5 5

 

Regardless of the standard found, when faced with sanitary irregularities, Anvisa's inspectors always establish necessary corrective measures with defined deadlines. After the necessary corrections the ship is allowed to continue the journey.

Anvisa classifies the vessels into four (A to D) possible standards as follows:

  • Standard A: PSR values up to 250. Ships in excellent sanitary conditions;
  • Standard B: PSR values between 251 and 500. Ships in satisfactory sanitary conditions;
  • Standard C: PSR values between 501 and 750. Ships in acceptable sanitary conditions;
  • Standard D: PSR values above 750. Ships with unsatisfactory sanitary conditions with requirements to be met immediately.

Click here do know the results of inspecions.